Bom essa história tem início desde que eu começei a tomar bebida alcóolica, vamos colocar aos 18 anos. Desde sempre foi minha bebida favorita. Na época era bem estranho uma mulher gostar de cerveja já que a maioria gostava mais de drinks, mas não sei explicar eu e a cerveja sempre tivemos um “match”.

Agora estudar e querer trabalhar com cerveja ou no mundo cervejeiro é outra história.

Trabalhei durante 25 anos da minha vida no mundo corporativo, sendo 20 anos na mesma empresa. Me formei em ciências contábeis e mesmo sabendo que eu não tinha nada a ver com a seriedade dos contadores eu era relativamente boa no que fazia. Nasci em 1975 e o mais importante para meus pais (e a maioria dos pais da galera da minha idade) era fazer uma faculdade e ter segurança no emprego. Queria mesmo ser contadora? Não, queria me formar em educação física, mas com esse curso na época ou você era professor em escola ou trabalhava em algum clube focada em algum esporte, o que era muito difícil de conseguir. O personal trainer estava começando e não era muito seguro se arriscar nisso (ah se eu pudesse ter visto o futuro).

Enfim acabei nem ficando profissionalmente somente na área financeira e contábil e me aventurei por 10 anos na área logística, essa sim eu gosto até hoje, é um ramo de muitas possibilidades. Mas ainda não estava completa, aquele desejo de trabalhar com o que realmente você gosta batia sempre.

Começei a beber com mais frequência Cerveja Artesanal no começo de 2015 com a assinatura de um clube de cervejas. E neste mesmo ano no final dele fiquei desempregada, no auge da crise de desemprego no Brasil. Entre idas e vindas abri uma agência de viagens em 2017, focada em viagens pelo Brasil. Funcionou até 2019 onde bateu aquela sensação de não ser necessária para ninguém, já que as pessoas compravam viagens diretamente pela internet. Poxa e agora o que eu faço? Vou criar tours cervejeiros ou seja, unir minha atividade com algo que amo!! Estava funcionando até o início de 2020 quando o mundo virou de ponta cabeça com a COVID-19.

E já faz 1 ano que estamos sendo impactados por essa tragédia mundial. O que eu fiz durante este tempo? Estudei! Me formei em Sommelier de Cervejas, em março começo o curso de Mestre em Estilos, e fiz outros cursos como, marketing, logística e como criar sites. Criei o Workshop Cerveja Boa por que Não? É um evento para mudar a percepção das pessoas sobre cervejas artesanais, tanto em relação a experiência de beber, como em relação de que é algo caro. Quero fomentar o desejo das pessoas de experimentar cerveja artesanal e ensinar sobre elas. Meu desejo no futuro é ser professora de cursos voltados a cerveja.

Enfim, mais um ano e estou me reinventando novamente o que na verdade adoro fazer. Antes de virar “beer fessora”, gostaria de ter alguma experiência em lojas, bares ou cervejarias. Alô galera, estou aqui ao seu dispor!

Gostou do conteúdo? 📝 Comente! 📧 Compartilhe!

https://www.facebook.com/marinnviajenacerveja

https://www.instagram.com/marinnviajenacerveja/

Fer Marin / Sommelier de Cerveja / Escrevedora / (11) 99934-9388

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *